Durante o 10.º Fórum Internacional sobre o Investimento e Construção de Infraestruturas, foram realizados nove fóruns paralelos bem-sucedidos, os quais se dedicam a tópicos como a Iniciativa “Uma Faixa, Uma Rota”, a construção da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau, energia, transporte, finanças e cadeia industrial, tendo abordado os temas de contratos de obras internacionais de engenharia e cooperação financeira sino-lusófona. Bastantes convidados partilharam as suas perspectivas no evento, criando um ambiente de entusiasmo.

Várias sessões realizaram-se hoje (dia 31) com sucesso. No fórum paralelo intitulado “A Cooperação Inovadora Incentiva as Infraestruturas Sustentáveis da Iniciativa ‘Uma Faixa, Uma Rota’”, os participantes abordaram tópicos populares em torno do desenvolvimento sustentável, bem como o tema de as Infraestruturas sustentáveis se tornarem na nova tendência do desenvolvimento do futuro mercado internacional. A Secretária Geral da Associação dos Construtores Civis Internacionais da China, Sra. Zhang Xiang, manifestou no seu discurso que, a cooperação constitui a garantia de desenvolvimento, e por conseguinte, devem as diferentes partes interessadas no âmbito das Infraestruturas reforçar a troca de informações, aproveitar as suas valias e trabalhar em conjunto no sentido de promover o desenvolvimento sustentável de Infraestruturas em “Uma Faixa, Uma Rota”.

O director-geral da China National Technical Import and Export Corporation, Sr. Zhang Xu, apresentou o projecto de Bengala da sua empresa na sessão de discursos temáticos. A par disso, perante o tema “A Cooperação Inovadora Incentiva as Infraestruturas Sustentáveis da Iniciativa ‘Uma Faixa, Uma Rota’”, Zhang propôs (1) promover a construção de Infraestruturas via inovação e colocar empenho na construção de uma comunidade para o futuro comum da Humanidade; (2) inovar o modo de investimento e financiamento de projectos, fortalecer a cooperação internacional e promover conjuntamente o desenvolvimento sustentável de Infraestruturas da iniciativa “Uma Faixa, Uma Rota” e (3) dar continuidade à construção da plataforma de cooperação com o exterior, de modo a alcançar o desenvolvimento sustentável de benefícios e ganhos mútuos.

No fórum paralelo “Desde “Uma Faixa, Uma Rota” à Região da Grande Baía: Oportunidades e Desafios da Interconectividade de Infraestruturas”, os convidados deram atenção aos modos de construção eficaz, às disparidades existentes entre as partes, à rede das Infraestruturas e à forma de elevação do nível de conectividade e de prevenção dos diversos riscos. O Vice-Presidente do Conselho de Administração e Director-Geral do Fundo de Desenvolvimento China-África, Sr. Shi Jiyang apontou que, durante os seus quase 12 anos de funcionamento, o Fundo investiu 4,8 mil milhões de dólares americanos em 93 projectos de 36 países africanos, e tem promovido o investimento na África por parte de empresas chinesas, o qual ultrapassou 23 mil milhões de dólares americanos. Além disso, o Fundo de Desenvolvimento China-África, encarregado da gestão do Fundo da Cooperação para o Desenvolvimento entre a China e os Países de Língua Portuguesa, presta auxílio ao investimento e cooperação em matérias de economia e comércio entre os dois lados. O Sr. Shi destacou que a economia africana não conseguirá obter progressos mais avançados se não houver melhorias no campo da infra-estrutura. A área da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau é considerada como um ponto crucial na Rota da Seda Marítima do Século XXI. Espera-se discutir com os empresários e parceiros participantes do presente fórum o desenvolvimento conjunto de África e Macau e até da Grande Baía, para fomentar a construção de “Uma Faixa, Uma Rota”.

Várias sessões paralelas realizaram-se com sucesso durante o IIICF

Várias sessões paralelas realizaram-se com sucesso durante o IIICF

Vários convidados partilharam as suas perspectivas no Fórum

Vários convidados partilharam as suas perspectivas no Fórum

Criou-se um ambiente entusiasmado de discussão no Fórum

Criou-se um ambiente entusiasmado de discussão no Fórum