A “Cimeira sobre a construção da Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa de Macau, apoiada pelas Empresas Públicas Centrais da China 2019” decorrerá em Macau, no dia 16 de Outubro. Sob o tema “Avançando para Uma Nova Era de Cooperação e Explorando as Novas Oportunidades de Desenvolvimento”, o evento é organizado pelo Governo da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM) e pela Comissão de Supervisão e Administração de Activos Estatais do Conselho de Estado da China, coordenado pela Secretaria para a Economia e Finanças do Governo da RAEM, apoiado pelo Gabinete de Ligação do Governo Popular Central na RAEM e co-organizado pelo Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM).

O 12.º e o 13.º Planos Quinquenais definidos pelo Governo Central da China manifestaram apoio inequívoco a Macau em construir a “Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa”. Com um forte apoio do Governo Central, o Governo da RAEM avançou activamente com o impulso e desempenho do papel de plataforma sino-lusófona, enquanto participou e contribuiu para a implementação da Iniciativa “Faixa e Rota”, promovendo o papel de Macau como motor conforme as Linhas Gerais do Planeamento para o Desenvolvimento da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau, visando impulsionar o desenvolvimento da diversificação adequada da economia local.

Face ao efeito positivo resultante da Cimeira realizada em 2017 pela primeira vez, a presente edição irá convidar cerca de 400 representantes dos ministérios e comissões do Governo Central, empresas públicas centrais, empresas dos países de língua portuguesa, empresas locais e associações comerciais, entre outros organismos e instituições. Vão realizar-se discursos temáticos, cerimónia de assinatura de acordos e painéis de discussão, designadamente painéis dedicados a infraestruturas, finanças características e inovação tecnológica. O evento pretende aproveitar a oportunidade para reforçar o intercâmbio e interacção entre as empresas públicas centrais e as empresas de Macau, tirando partido das vantagens das empresas estatais centrais como a integração de capitais e talentos, tecnologia inovadora, rede ampla e vasta experiência, para potenciar Macau enquanto plataforma sino-lusófona. Visa ainda promover activamente as empresas estatais centrais, empresas lusófonas e as de Macau na expansão do mercado em colaboração, para procurarem oportunidades de cooperação e introduzirem capital externo e desenvolverem negócios no estrangeiro.

1_resized

A “Cimeira sobre a construção da Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa de Macau, apoiada pelas Empresas Públicas Centrais da China” em 2017 contou com a participação de várias empresas do Interior da China, dos países de língua portuguesa e de Macau